quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Obrigada Senhor, Las Vegas não poderia ser melhor!!!

ESTOU MEGA MASTER BLASTER HEHEHE FELIZ.

SABE QUEM MORA NO HOTEL QUE FICAREI HOSPEDADA EM VEGAS??? A MINHA DEUSA CHER




AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

E LÁ NO HOTEL TEM SHOW FIXO DELA IUPIIIIIIIIIIII IREI SE TUDO DER CERTO NO DO DIA 12 POIS DIA 11 ESTAREI NA CIRQUE DU SOLEIL OBAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

ENTÃO UM POUCO DA HISTÓRIA DE UMA DAS MAIORES DIVAS DE TDS OS TEMPOS

Nome completo Cher
Apelido Goddess of Pop (Deusa do Pop), Chér, Cherilyn, Cleo, Bonnie Jo Manson
Data de nascimento 20 de maio de 1946 (64 anos)
Origem El Centro, Califórnia
País Estados Unidos
Gêneros Pop, Folk, Rock, Disco, Dance, Eletrônica, R&B
Ocupação Cantora, Atriz
Instrumentos Vocal
Extensão vocal Contralto
Período em atividade 1963–presente
Outras ocupações Apresentadora, Produtora, Diretora
Gravadora(s) Imperial (1965–1968)
Atco (1965–1968)
Atlantic (1969)
MCA (1971–1974)
Warner Bros. (1975–1977)
Casablanca (1978–1980)
Columbia (1982)
Geffen (1987–1992)
Warner Bros. (UK) (1995–2003)
Warner Bros. (US) (2003–presente)
Afiliações Sonny & Cher, Sonny Bono, Gregg Allman, Black Rose
Página oficial Cher.com



Cher em Good Times (1967)
Ocupação Atriz, Diretora, Produtora, Cantora
Altura 1,74 m
Cônjuge Gregg Allman (1975–1977)
Sonny Bono (1964–1975)
Trabalhos notáveis Dolly Pelliker em Silkwood
Florence 'Rusty' Dennis em Mask
Loretta Castorini em Moonstruck
Atividade 1965–presente
Óscares da Academia
Melhor Atriz
1988 - Moonstruck
Emmy Awards
Melhor Programa de Variedades, Musical ou Comédia
2003 - Cher: The Farewell Tour
Prémios Golden Globe
Melhor Atriz (série cómica ou musical) em televisão
1974 - The Sonny & Cher Comedy Hour
Melhor Atriz Coadjuvante
1984 - Silkwood
Melhor Atriz em Comédia ou Musical
1988 - Moonstruck
Festival de Cannes
Melhor Atriz
1985 - Mask

Cher (nascida Cherilyn Sarkisian; El Centro, 20 de maio de 1946)[1] é uma cantora, atriz, apresentadora, produtora cinematográfica e musical, diretora, empresária, escritora, compositora, estilista e dançarina americana. Conhecida como a Deusa do Pop (Goddess of Pop), ela é vencedora de um Óscar, um Grammy, um Emmy e três Globos de Ouro por seu trabalho na música, no cinema e na televisão.[2][3][4] Cher despontou aos dezessete anos na dupla de pop rock Sonny & Cher com o sucesso da canção "I Got You Babe". Na década de 1960, tornou-se o ícone feminino máximo da moda na cultura hippie, popularizando modelos como a minissaia e a calça boca-de-sino, de criação própria. Em 1971, estabeleceu-se como apresentadora de TV com o programa de variedades The Sonny & Cher Comedy Hour, uma das atrações de maior audiência da TV americana na década de 1970, pelo qual ganhou um Globo de Ouro. Ao longo de sua carreira, muitas de suas canções atingiram o número um nas paradas de sucesso mundiais, incluindo "Bang Bang (My Baby Shot Me Down)", "Gypsies, Tramps and Thieves", "Half Breed", "Dark Lady", "Take Me Home", "If I Could Turn Back Time", "The Shoop Shoop Song (It's in His Kiss)" e "Believe". Sua forte influência no movimento de emancipação feminina e na criação do videoclipe a consagraram como ícone pop.


Estreou em Hollywood com uma bem recebida performance no drama Silkwood - O Retrato de uma Coragem (1983), ganhando uma indicação ao Óscar de Melhor Atriz Coadjuvante em 1984. Atuou em uma série de filmes de sucesso nos anos seguintes, incluindo Marcas do Destino (1985), As Bruxas de Eastwick (1987) e Feitiço da Lua (1987), pelo qual foi premiada com o Óscar de Melhor Atriz.[5] No final da década de 1980, tornou-se uma figura dominante na música rock com a aclamada trilogia de álbuns Cher (1987), Heart of Stone (1989) e Love Hurts (1991).[6] Em 1998, lançou o álbum de música eletrônica Believe, pelo qual foi nomeada a "Rainha da Dance Music" e conquistou os recordes de single mais vendido da história por uma artista feminina no Reino Unido e álbum de dance music mais vendido de todos os tempos.[7][8] Em 2001, a canção "Song for the Lonely" foi considerada o hino da perseverança americana diante dos ataques de 11 de setembro de 2001.[9] Cher é a única artista solo a ter uma canção número um nas paradas da revista Billboard em cinco décadas consecutivas e detêm o recorde de longevidade no Hot 100, com 33 anos entre o lançamento de seu primeiro e o mais recente singles número um, em 1965 e 1999.[10] Em 2005, encerrou a Living Proof: The Farewell Tour como a turnê mundial mais bem sucedida da história por uma artista feminina solo.[11][12] Em 2008, assinou um contrato de 180 milhões de dólares com o Caesars Palace para fazer uma série de shows intitulada Cher at the Colosseum. Outros empreendimentos de Cher incluem ser designer de moda, modelo fotográfica e dona de sua própria companhia de produção cinematográfica, Isis Productions.

Cher lançou até os dias de hoje 26 álbuns de estúdio e 76 singles, vendendo aproximadamente 180 milhões de álbuns e 70 milhões de singles em carreira solo, totalizando 250 milhões de gravações vendidas no mundo inteiro.[4][13] Em 2001, foi condecorada pelo Bambi Awards como a maior artista feminina de todos os tempos.[10] Em 2007, o A&E a elegeu como uma das três maiores atrizes da história de Hollywood, ao lado de Audrey Hepburn e Katharine Hepburn.[14] Em 2010, foi eleita uma das 75 maiores mulheres da história da humanidade pela revista Esquire.[15] Considerada uma das figuras mais influentes na música e no cinema contemporâneos, Cher é conhecida por reinventar continuamente sua música e imagem, mantendo um nível de autonomia dentro da indústria fonográfica. Ela é reconhecida como inspiração entre inúmeros artistas da música.

Um comentário:

  1. Cher é maravilhosa, também sou fã de carterinha dela !!

    ResponderExcluir

OBRIGADA POR SEU COMENTÁRIO, ELE É MUITO IMPORTANTE PARA MIM